O perfil do blogueiro

Não vou pesquisar em lugar nenhum para falar desse assunto.

A primeira, e mais importante razão é que QUALQUER PESSOA PODE SER UM BLOGUEIRO.

A segunda, é que, depois de três anos na blogosfera, já aprendi um pouquinho a identificar os diversos tipos de “colegas”.

É claro que existem blogueiros e Blogueiros.

Tem aquele que “se acha”, e enche a boca pra fazer o blog repercutir, seguindo sua lista de links e comentando assim: “tem post novo no meu blog, passa lá.” (Esse ainda não aprendeu que as ferramentas de feed “avisam” quando tem post novo. E supõe que seus textos sejam do interesse dos outros.)

Tem também aquele que posta por obrigação, seja diariamente um num dia específico da semana. E quando não tem assunto… os leitores desavisados são forçados a encarar um vídeo do youtube, uma tirinha de Calvin ou assemelhado, ou um infame “pensamento do dia”. (Esse ainda não descobriu que é melhor ficar calado quando não se tem o que dizer.)

Tem o blogueiro que só lê quem comenta no seu blog. E fica andando em círculos, sem perceber que o universo é infinitamente maior que seu próprio umbigo. (Esse não sabe que de link em link a gente chega não somente a Roma, mas a lugares virtuais muuuuuito interessantes.)

Tem o que adora fazer ctrl + C / ctrl + V e sair reproduzindo o que recebeu por e-mail ou leu em outro blog. E não se digna nem a citar a fonte. (Esse ainda não entendeu que o blog funciona exatamente por permitir que se escreva o que se quer, e se deixe a criatividade deitar e rolar. Mas respeitando sempre os créditos de quem já disse antes.)

Não dá pra ignorar o blogueiro que não tem desconfiômetro de que “aquele assunto” já deu o que tinha que dar, e continua a escrever sempre sobre o mesmo tema. (Esse escolheu colocar uma “viseira” daquelas que se coloca em cavalo, pra só olhar pra uma direção.) [Excetuam-se desta categoria os blogs temáticos por opção: os que falam sobre cinema, culinária, livros, bebês, artesanato, etc, etc, etc.]

Mas a salvação da Blogosfera é que existe uma turma do bem, que  escreve porque quer e gosta, que não se preocupa em estar no topo da lista de tal ou qual medidor de audiência, que valoriza seus leitores tanto ao procurar tratar de coisas interessantes e assuntos variados quanto ao responder a cada comentário feito. Que PENSA e OPINA, que aceita divergência de idéias, que entende que um dia ou outro está sem ânimo ou sem assunto e assume isso. Que pede ajuda quando precisa, e que oferece quando percebe a necessidade do outro. Que descobre coisas novas e reparte, que dissemina idéias e fomenta discussões produtivas. (Esses já sacaram que blogar é mais que um hobby, pode ser uma terapia, uma maneira de fazer – e conservar – amigos, e pode ser até uma profissão.)

E, sabem qual é a característica do blogueiro do bem que mais me atrai e me deixa feliz? É que as relações contruídas no blog não param por ali. Há geralmente uma troca de e-mails (para ensinar algo, ou para contar em private um assunto que não dá pra ser colocado no blog), adiciona-se no msn, e daí pra trocar números de celulares é um pulo.  (Esse sabe que SMS’s são maneiras ainda mais carinhosas de se alimentar a amizade.) Os mais corajosos – ou mais confiantes – conseguem agendar encontros, ou cruzar o país pra conhecer seus velhos amigos.

Outro dia falo sobre a continuação desse relacionamento extra-blog. (Me lembrem). Hoje deixo duas fotos de um momento delicioso de encontro entre quatro blogueiras em João Pessoa, PB: Line, Jady, Carol e eu, (Sofia só encontramos no dia seguinte, quando Jady já havia voltado para Campina Grande).

Carol, Line, Bel e Jady

Bel, Carol, Sofia e Line

Bel, Carol, Sofia e Line

Anúncios

7 Responses to O perfil do blogueiro

  1. line disse:

    awwwwwn
    ps-eu quero meu cabelo grande de novo!!

    É só esconder todas as tesouras da casa… 😉

  2. disse:

    espero ser a blogueira do bem…
    acho que vc tá há mais de 10km daqui então pode ficar despreocupada.
    a gente devia poder escolher as pessoas que vão trabalhar com a gente, né?
    saudades hein, sumida
    beijão

    Mas é uma das coisas mais difíceis na vida profissional:Nem sempre é possível escolher com quem trabalhar! Mas é possível escolher que blogs visitar!!!

  3. Fernanda disse:

    Olá Bel,
    gostei dessa tua análise aos perfis dos blogueiros, porém queria dizer que cada blogueiro tem um motivo para actuar na blogosfera tal como o faz. Eu sou do tipo que tem dia fixo para postar, todavia não significa que eu force a minha escrita nesse dia. Escrevo quando me apetece e deixo para postar na 2ªfeira. Porquê? Porque foi uma forma que eu arranjei para me organizar, porque eu estava a passar tempo demais na blogosfera e assim dei-me um “tempo de antena”.
    Não contabilizo as vezes que comento no blogue X e quantas vezes o X comenta no meu, mas por uma questão de tempo dou prioridade a quem comentou no meu. Se sobrar tempo passo para os outros. Nada mais justo, não? É como se fosse visitar vezes sem conta um “amigo” a sua casa e ele nunca retribuisse a visita! Eu iria pensar que a minha presença não era bem-vinda.
    Agora, coisa que não faço mesmo é comentar uma 2ª vez num blogue onde o meu 1º comentário foi ignorado. Acho que a “resposta-muda” diz tudo: você não me interessa!
    Bom, eu acho que todos temos regras na blogosfera; eu fiz as minhas.E tu, Bel, quais são as tuas regras por aqui?
    Beijo

    Gostei da explicação, Fê. E realmente faz sentido. No início da minha vida de blogueira, eu respondia a TODOS os comentários, sem exceção. Mas começou a me tomar tempo demais, e fiquei surpresa quando uma das “visistas constantes” disse que nunca voltava pra ver a resposta do comentário. Isso me desestimulou um pouco a respondê-los como antes, e passei a responder via e-mail àqueles que realmente faziam “perguntas”, ou a “re-comentar” nos blogs de origem.
    E também não volto aonde fui ignorada.

    Minhas regras? São poucas, básicas: Blogo por prazer e leio blogs por prazer também. Às vezes posto mais de uma vez por dia, outras fico uma semana sem postar. (Nada de rotina!!!) Comento quando tenho o que dizer, se não tenho nada relevante, fico quietinha. Jogo os favoritos no google reader, e isso me poupa bastante tempo, já que fico sabendo automaticamente das atualizações. Privilegio, sim, os que se manifestam, mas sem me sentir obrigada a elogiar sempre. Aliás, eu sou o típico exemplo da discordância educada! Respondi satisfatoriamente???
    Um beijo!!!

  4. Assino embaixo das palavras da Fernanda. Eu preparo a casa com flores e tudo o mais e a pessoa nao me visita e quando eu a visito me ignora. Também nao volto mais. É como me sinto: a pessoa parace que nao quer mais minha visita por lá e por que vou insistir numa casa que está a me fechar às portas?
    Assim como eu valorizo muito uma amizade: escrevo, telefono, oro por ela, se precisa de uma palavra e me pede, tô ali. Mas na hora de se fazer uma homenagem é sempre uma outra pessoa quem recebe. Com fotos, dizeres, e post de aniversários e posts sobre a amizade. Quer dizer: e e? Eu mesmo tendo sido muito amiga numa hora muito precisa em todos os sentidos, sempre sou deixada de fora. É a vida;(

    Abracos

    E está mais do que certa.
    Mas o melhor de tudo é não ficar amarga com as “portas fechadas” e continuar sendo quem você é.
    Uma hora “a ficha cai”…
    Beijo enoooorme!!!

  5. GRACE OLSSON disse:

    Bel, nem vou entrar no mérito de suas observacoes. apenas, na totalidade:blogo por prazer, nao ando em circulos, apesar de visitar apenas quem está linkado ao meu blog. O tempo urge, Bel. E no momento, blogosfera nao é prioridade. Mas te dou certeza: nunca deixei um email sem resposta. mas já tive vários emails mudos. Ou seja, abri meu coracao, chorei, me lamentei, e a pessoa emudeceu ou uma outra me contactou para checar se o que eu disse à primeira é a mesma coisa.
    Na net, assim como na vida real, tem todo tipo de gente e as pessoas sao únicas. Vivem seus momentos diferentes dos nossos. Precisamos aceitar as diferencas.
    Vc é mulher da comunicacao, bel. Para vc a internet, no momento, pode ter o valor que nao tem para outras pessoas.
    Resta a cada um escolher o caminho que quer seguir.
    Sorte e dias felizes

    É verdade, Grace. O uso do tempo é algo que precisa ser cuidado, e com sabedoria. Mas sei que os verdadeiros amigos são poucos, raros, e não se encontram em qualquer esquisa (seja esquina real ou virtual). Eu tive a sorte de nos meus encontros na blogosfera achar gente que vale à pena!
    Um beijo, querida!!!

  6. GRACE OLSSON disse:

    vc se esqueceu de listar o blogueiro que temos linkado, visitamos, comentamos e ele tem tempo para todo mundo. Menos para nós. Não é questao de obrigacao de ele, visitar. Mas nao creio que uma pessoa nao escreva, em 3 meses Bel, nada de interessante que leve o amigo a ler. Sinceramente, nao quer ter alguém linkado, nao linka.

    Mas ser um número na vida de alguém, me soa À INDIFERENCA. E isso, nao faco om ninguém. Acho muito triste.

    Tenho alguns ASSIM. Mas decidi fingir que nao percebo…kkkkk
    dias felizes

    Pois é… e quando acontece de perder todos os links, como na besteira que fiz no meu template ontem, hein??? A gente faz o quê??? kkkkkkkkkk

  7. Fernanda disse:

    Rsssss….voltei para ler a resposta, kakakaka…Tarde mas vim, porque não esqueci!
    Sim, Bel, está mais do que satisfatória a resposta; este assunto dá pano para mangas, como se diz por aqui, rssss…

    Quanto ao que a Geo disse, queria só responder-lhe que ingratidão há em todos os seres humanos e que nos toca a todos um pouco sentir que a nossa amizade não é retribuída na mesma medida. É triste mas é assim…Como diz uma cunhada minha: só faz falta quem está! Mas é verdade que a Geo é um amor de pessoa, uma amiga atenciosa e querida, que merece lindas as flores e todas as homenagens!
    Beijo para vocês as duas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: