ISO 9001 para pequenas empresas

28 outubro, 2011

Muito tem se falado sobre as pequenas empresas e a sua necessidade de certificação dentro das Normas do Sistema ISO, dentre as quais se destaca a ISO 9001,  que é uma norma que possibilita às empresas mensurar, monitorar e verificar a consistência de seus processos, que indicam que ela está capacitada para produzir bens e serviços de alta qualidade e aumentar a satisfação do cliente. A certificação permite que a empresa mantenha ou amplie as vantagens competitivas em relação às concorrentes, reduza falhas e perdas no processo produtivo e otimize a utilização dos recursos existentes. Os custos da operação se tornam menores e a empresa é vista como confiável pelo mercado.

Ronaldo Costa, que trabalha com qualidade desde 1999 e é autor do Qualiblogdá algumas explicações, reproduzidas  aqui com sua autorização:

1. Existe uma ideia de que ter um sistema de qualidade é algo que só é aplicável para grandes corporações. Essa ideia está correta?

Esse é um dos grandes mitos da ISO 9001. Até mesmo organizações com número bem pequeno de funcionários, como empresas familiares por exemplo, podem ter ISO 9001. A própria norma deixa isso claro em seu item 1.2: “Todos os requisitos desta Norma são genéricos e se pretende que sejam aplicáveis a todas as organizações, independente do seu tipo, do seu porte e do produto fornecem.”

Em muitos casos é até mais fácil implementar a ISO em uma pequena empresa do que em uma grande corporação, cujos processos são sempre mais complexos e possuem uma dinâmica muito mais elaborada.

2. Sistemas de qualidade são totalmente aplicáveis a empresas que tem sistemas de produção. Para empresas prestadoras de serviço também faz sentido implementar programas de qualidade?

O capítulo 3 da ISO 9001 esclarece que “Ao longo do texto desta Norma, onde aparecer o termo produto, este também pode significar serviço.” – Serviço e Produto são para a norma a mesma coisa, ou seja, o resultado de um processo.

Conceituando dessa forma, apesar das diferenças entre os dois fica mais fácil assimilar a adoção da ISO 9001 para empresas de serviços. Temos vários exemplos, como hotéis, clínicas, clubes de futebol… É perfeitamente possível implementar um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) sobre serviços também.

3. Quais os principais benefícios que uma pequena empresa pode ter ao implantar a ISO 9001?

O principal é a melhora na organização interna das atividades, ganhos em agilidade pela padronização, economia pela redução de erros e desperdício, pois ela passa a ter mais controle sobre seus processos. Isso sem falar no ganho para a imagem da empresa, que se torna mais confiável e isso possibilita a conquista de novos clientes.

4. Em média, quanto custa e quanto tempo leva para uma pequena empresa conseguir a certificação?

O custo total da certificação pode variar bastante conforme a região e porte da empresa. É preciso considerar que há duas fases importantes nesse processo. A primeira é a implementação e só depois vem a certificação propriamente dita. Então devemos prever o custo como um todo.

Do início da implementação até obter o certificado a empresa irá demorar entre seis meses a um ano.

Cabe aqui um alerta aos pequenos empresários. É comum que se deixem seduzir por consultores independentes que cobram bem pouco mas que nem sempre farão um bom trabalho de implementação, o que vai comprometer a certificação. Antes de fechar um contrato assim, procurem se informar bem sobre o profissional.

5. Qual sua principal dica para o empreendedor que quer organizar a gestão da sua empresa e já pode ser aplicada rapidamente?

Procure conhecer os requisitos da ISO 9001 e entender quais se aplicariam em seu negócio, desenvolva uma visão da empresa através de processos e não setores e aprenda a usar gráficos indicadores para gerenciar esses processos. Isso vai facilitar muito para quando decidir implementar um SGQ, será meio caminho andado.


BSI DO BRASIL RECOMENDA A CERTIFICAÇÃO DA AXT TELECOMUNICAÇÕES LTDA. NA NORMA ISO 9001:2008

18 março, 2011

clip_image002clip_image003

Foi concluído hoje, 18.03.2011, o 2º estágio da Auditoria de Certificação na Norma ISO 9001:2008 da Unidade Industrial da AXT Telecomunicações LTDA., localizada em Ilhéus-Ba., e que é licenciada exclusiva MOTOROLA para produzir itens de alta tecnologia como telefones sem fio, rádios de comunicação Talkabout e outros produtos.

A AXT Ilhéus iniciou suas operações em 12.07.2002, conta com uma Unidade Industrial com uma área construída de 2.100m2, possuindo também um depósito/armazém utilizado para estocagem de produtos acabados com uma área de 1.500 m2.

A Auditoria foi conduzida pelo Auditor Bruno Dessaune ROMANO da BSI Management Systems, que recomendou a Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade da AXT, sistema este que foi desenvolvido pela equipe da AXT, contando com um trabalho de Consultoria feito por Carlos da Silva Mascarenhas, Auditor Líder de Sistemas Integrados de Gestão da CONSULTIC.

O SGQ que controla os 10 (dez) processos da Empresa foi desenvolvido e implantado no prazo de 8 (oito) meses. Além do desenvolvimento do Sistema, a CONSULTIC foi também responsável pelo treinamento de toda a equipe da AXT, num total de 60 (sessenta) empregados, tendo treinado também nos requisitos da Norma, os Auditores Internos da Empresa e a sua Alta Direção.