Qual a sua motivação?

20 setembro, 2008

Ultimamente tenho lido bastante sobre blogs, e uma coisa tem me incomodado. A quantidade de gente que acha que blogar é uma profissão, (PROBLOGGER) e como tal, precisa ser RENTÁVEL. Tá, pode bem ser.  Mas daí a isso ser o MAIS IMPORTANTE…?

Sinceramente, por melhor que seja o conteúdo de um blog, se o aspecto visual não me agradar, eu não volto. Uma coisa muito poluída, com bilhões de anúncios de tudo … não me atrai. Se o conteúdo for bom MESMO, eu assino o feed, e leio no Google Reader.  Isso pode ser APENAS uma visão muito particular do assunto, mas uma das minhas motivações em escrever é opinar, fomentar uma discussão sadia e coerente, então, vamos a ela.

Na minha experiência, blogar foi uma saída, uma terapia particular, uma catarse de sentimentos. E se fosse somente isso, já seria o bastante. Mas passou a ser também uma relação interpessoal com leitores e outros blogueiros. O que aumentou bastante o valor do blog e do ato de blogar, para mim. E agora está sendo profissão, como consultoria. É claro que é bom ganhar dinheiro. Necessário, no caso de você se dedicar em tempo integral. Mas daí a fazer do seu blog uma vitrine explícita de 1488 produtos diferentes… Sinceramente, não é a minha escolha.

Acho que ao me colocar na telinha de um PC através do que escrevo num blog,  estou fazendo algo por mim mesma. E também pelo mundo. Difundir minhas idéias e opiniões pode ser uma gotinha d’água, mas é “a minha parte”. E isso eu faço com prazer e por prazer. Parar e pensar: “Qual é o meu objetivo ao criar um blog?” é essencial para saber, dentro de algum tempo, se você alcançou seu objetivo.

“Meu objetivo em blogar é ganhar dinheiro?” Tudo bem.  Mas COMO? Apresentando meu produto (seja ele qual for), mantendo um novo (e bom) canal de relacionamento com meus clientes (atuais e potenciais), fazendo novos contatos, enfim… existem 1001 maneiras de reverter o tempo gasto no blog em dinheiro entrando no caixa, sem precisar fazer do meu blog um “macacão de Fórmula 1”, onde cada espaço mínimo é vendido.

Pessoalmente, não viso simplesmente monetizar meu(s) blog(s), com AdSense, AdWords e ganhar comissão por cliques e vendas de produtos de terceiros.  Não que ache isso errado, mas apenas não é a minha praia.  Acredito, sim, que existem pessoas riquíssimas em conhecimento, arte, sabedoria… e que devam repartir seu tesouro com outros, e um blog é um dos melhores canais para isso. Melhor que um livro?  Eu não diria. Diferente de um livro, isso sim.  Permite retorno quase que instantâneo, atinge pessoas que jamais poderia imaginar atingir, (os indexadores e mecanismos de busca fazem sua parte), e tem uma abertura fantástica para várias mídias, além do próprio texto: fotografias, vídeos, músicas, entrevistas, slideshows…

Então, eu termino aqui parafraseando a frase-clichê com a qual eu concordo: “O melhor da viagem é viajar”-  o melhor do blog, é blogar. E só.

Agora, me diga você: Qual a sua motivação em blogar?